NOTÍCIAS | Publicado em 02/01/2020 14:08:34    
Ensino médio em tempo Integral contará com 42 escolas estaduais em 2020

Colocado em prática desde o início da atual gestão, o Programa Escola da Autoria engloba a oferta do Ensino em Tempo Integral e registra seguidos aumentos no número de escolas que trabalham com a modalidade em todo o Estado. Em 2019 a proposta se consolidou ainda mais e, e em novembro, o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado de Educação (SED), oficializou o número de unidades escolares que trabalharão com a oferta do Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI): 42 escolas.

 

O aumento – maior da história do Programa em um único ano – será de 51%. Com isso, a oferta do EMTI estará presente em 22 municípios do Estado. Na Capital, que já possuía o maior quantitativo, o total de escolas será ainda maior, com 16 unidades escolares em todas as regiões da cidade.

 

A relação das escolas que a partir deste ano funcionarão pelo Programa Escola de Autoria foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira. Na lista não constam as escolas estaduais Yvy Poty, de Caarapó, e a Alberto Elpídio Ferreira Dias, Professor Tito, de Campo Grande, por estarem também na lista de escola indígena e unidade cívico-militar e para não haver duplicidade.

 

Mesmo com esse reforço na rede de atendimento do Ensino Médio em Tempo Integral, o foco não estará apenas nas novas escolas que passam a fazer parte da proposta a partir do próximo ano, mas também nas unidades que já trabalham com a oferta do EMTI em todo o Estado.

 

A Escola Estadual Lúcia Martins Coelho é um dos exemplos desse trabalho. Uma das primeiras escolas que integraram o Programa, a unidade teve o ensino em tempo integral totalmente implementado em 2017 e, neste ano, passou por uma importante reforma. Ao todo, foram cerca de R$ 2 milhões investidos na recuperação das salas de aula, pintura, quadra poliesportiva e estrutura em geral.

 

Com mais de 7.5 mil estudantes atendidos pelo EMTI neste ano de 2019, a proposta se consolidou e buscará ampliar ainda mais o total de estudantes para 2020.

 

Ensino em Tempo Integral para todos

 

O Ensino Fundamental em Tempo Integral (EFTI) também teve um importante destaque no crescimento da modalidade. Executado em escolas que contam com o ensino regular e também em unidades que fazem parte do Ensino Médio em Tempo Integral, o EFTI contou com turmas em 29 escolas neste ano de 2019, com mais de 4.6 mil estudantes matriculados.

 

De olho na expansão da oferta para toda a Rede Estadual, para 2020, a meta é levar turmas de Ensino Fundamental em Tempo Integral para outras seis escolas da REE.

 

Fonte: Vox MS

Assessoria de Imprensa do Consórcio Guaicurus