NOTÍCIAS | Publicado em 26/09/2019 11:40:08    
Indústria mantém índices positivos na geração de empregos em MS

Mato Grosso do Sul mais uma vez desponta positivamente na criação de empregos formais. Dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego do Ministério do Trabalho e Emprego (CAGED-MTE) do mês de Agosto demonstram que foram criadas mais 1.152 novas oportunidades de trabalho no Estado.

Para alcançar esse resultado, a indústria foi o destaque com a geração de 582 postos, seguida do setor de serviços com 571 novas vagas. No mês de Agosto, os subsetores de comércio varejista (207 novas vagas) e Serviços médicos e odontológicos (142 novas vagas) também registraram alta considerável.

A sequência desse efeito positivo advém da política de geração de emprego somada à atração de novos investidores. O Estado vem desburocratizando a abertura de novas empresas, o que torna natural a criação de novas vagas de trabalho.

“A geração de empregos está caminhando a passos largos com as novas empresas que vêm se instalando em Mato Grosso do Sul, abrindo suas portas para oportunidades de trabalho”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

O secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, destacou o resultado positivo da indústria. “A gente tem uma ativação das exportações e isso é extremamente positivo. Começamos também agora na nova contratação do comércio e serviços visando o final do ano, além do início do plantio da soja, que implementa também emprego no setor da agropecuária”, destacou.

Acumulado

De janeiro a agosto deste ano os setores chegam a 17.145 novas vagas. O resultado supera 2018 em 119%, quando no mesmo período foram criadas 7.815 postos de trabalho. No acumulado dos últimos 12 meses, o setor de serviços gerou 615 vagas, enquanto que o setor de comércio vem apresentando recuperação desde agosto de 2018 com a criação de 2.716 postos de trabalho no mesmo período.

O resultado positivo acompanha o cenário nacional. Pelo quinto mês consecutivo o Brasil teve saldo positivo. O número de vagas adicionais no mercado de trabalho foi de 121.387, que é o saldo positivo decorrente de 1.382.407 admissões e de 1.261.020 desligamentos.

Municípios

O município de Dourados apresentou melhor resultado, com a geração de 5.857 novos postos de trabalho, seguido de Campo Grande, com 2.750. Os piores resultados foram verificados em Paranaíba, com a extinção de 247 empregos formais.

 

Fonte: Vox MS

Assessoria de Imprensa do Consórcio Guaicurus