NOTÍCIAS | Publicado em 17/09/2019 09:09:21    
Empresas apresentam descontos para construir estações de pré-embarque

As cinco empresas habilitadas a participar da concorrência pública aberta para a construção de estações de embarque nos corredores sudoeste e norte do transporte coletivo apresentaram orçamento que reduzem em até 18,61% o valor de referência no edital.

O menor preço, que para ser declarado vencedor dependerá da análise das planilhas, foi apresentado pela Construtora Paulo Barbosa Eirele EEP, que se propôs a executar a obra ao custo de R$ 829.785,77, redução de R$ 189.796,00 sobre o orçamento base, fixado em R$ 1.019.581,77.

A segunda colocada, a LT Construções e Comércio Ltda, apresentou orçamento no valor de R$ 831.381,21, desconto de 18,52%, o equivalente a R$ 187.200.56. Na sequência, a Gomes e Azevedo Ltda EPP se propôs a executar as obras por R$ 832,108,32, redução de 18,45% (R$ 188.200,56).

O menor desconto, de 9,455%, foi dado pela Marcozero Serviços de Arquitetura e Engenharia Eirelli, com orçamento de R$ 923,176,22 (corte de R$ 96,405,55 no preço de referência). Já a 7 Irmãos Comércio e Serviços orçou a construção em R$ 923.023,98, desconto de R$ 98.557,79 ( 9, 667% de redução).

Ontem a Comissão Permanente de Licitação abriu as propostas. Como todas as participantes são pequenas e médias empresas, prevalece para efeito de escolha da vencedora o menor preço. Assim, se não houver nenhuma inconsistência entre o projeto e a planilha apresentada, a  Construtora Paulo Barbosa Eirelli EEP será declarada vencedora do certame. Em até 10 dias estará concluída a análise da documentação, para então o processo ser encaminhado pelo prefeito.

Mobilidade urbana

A instalação de plataformas de estações de embarque nos corredores sudoeste (Guia Lopes/Brilhante e Bandeirantes) e norte (Rua Bahia), conta com recursos do Projeto de Mobilidade Urbana.

Serão três estações de 10 metros de comprimento e 14 de 5 metros, ambas com 2,5 metros de cobertura. As estações maiores terão 15 assentos e as menores seis bancos, além de uma estrutura de concreto onde os usuários também poderão se acomodar.

Pelo planejamento da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, na Rua Guia Lopes serão instaladas quatro estações, na esquina com a Rua Paissandu; na Brilhante são quatro, na Cyriaco Maymone, Mario Quintanilha, Manoel Proença e Marechal Deodoro.

Na  Bandeirantes serão sete estações, entre as ruas Nova Bandeirantes e Campinas;  entre a Manoel Cavalcante Proença e Hermenegildo Pereira; entre as ruas Sebastião Maluf e Tenente Antonio João; entre as ruas Caiapós e Argemiro Fialho; entre as avenidas Salgado Filho e Rua Brilhante e entre as ruas Paissandu e 26 de Agosto.

Na Rua Bahia estão programadas cinco estações, uma delas de 10 metros. Brilhante e Bandeirantes também receberão uma estação de 10 metros.

 

Fonte: Vox MS

Assessoria de Imprensa do Consórcio Guaicurus