NOTÍCIAS | Publicado em 02/08/2019 10:00:00    
Prefeitura realiza mapeamento em ruas que serão recapeadas

Desde a semana passada, engenheiros da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) estão em campo num levantamento detalhado da situação do pavimento de 60 quilômetros de ruas que serão recapeadas nos próximos dois anos nas sete regiões urbanas de Campo Grande.

 

Segundo o secretário Rudi Fiorese, é um trabalho minucioso, que envolve estagiários de engenharia e profissionais formados. O objetivo é descrever cada uma das “patologias” e fazer um  levantamento fotográfico em toda a extensão das vias onde o pavimento será refeito.

 

As informações estão alimentando um banco de dados que servirá de base para elaboração dos projetos e cálculo dos custos.

 

O levantamento começou pela região  urbana do Bandeira, onde está  programada a execução de quase 17 quilômetros de recapeamento (8,1 com recursos do OGU e 8,850 com o financiamento Finisa).

 

O trabalho das equipes, de fotografar e contornar com giz cada uma das imperfeições (buracos, panelas, remendos, rachaduras e depressões), tem despertado a curiosidade e gerado especulações entre moradores, comerciantes e transeuntes. “Não se trata da identificação de locais para uma futura operação tapa-buraco, mas do mapeamento das imperfeições no asfalto”, explica o secretário.

 

A partir da identificação das “patologias”, de acordo com o secretário, é que se definirá qual solução será adotada para cada trecho. “Há locais em que o desgaste é tão acentuado, que fazer só o recapeamento, não resolve o problema. Há necessidade, por exemplo, de refazer a base do pavimento, o chamado remendo profundo”, explica.

 

Fonte: Vox MS

Assessoria de Imprensa do Consórcio Guaicurus