NOTÍCIAS | Publicado em 19/07/2021 10:32:55    
Prefeitura de Campo Grande retoma aulas remotas nesta segunda-feira

As aulas da Rede Municipal de Ensino (REME) foram retomadas nesta segunda-feira, de maneira remota, após o período de recesso escolar entre 2 e 16 de julho. Os mais de 109 mil alunos da Rede continuam a estudar de casa até que o retorno presencial escalonado seja colocado em prática, no dia 26 de julho.

 

Até lá, as videoaulas vão estar disponíveis na TV Reme, pelo canal 4.2 da TVE, e ainda podem ser assistidas pela internet, no canal do YouTube. As aulas também continuam disponíveis por meio da Rádio Reme (aplicativo) e em outras ferramentas utilizadas pelos professores e pelas unidades escolares (aplicativos de conversa com vídeos e áudios), conforme a necessidade e adaptação de cada turma.

 

Os estudantes também podem fazer as atividades domiciliares com o auxílio do caderno-base. Todos os alunos da Reme têm acesso ao ensino a distância, por meio de cadernos de experiências (crianças até 3 anos), cadernos de atividades (grupos 4 e 5), e cadernos-base (alunos do 1° ao 9° do ensino fundamental e da educação de jovens e adultos (EJA).

 

O objetivo do caderno-base é atender, principalmente, ao aluno sem acesso à internet e oferecer subsídios iniciais básicos a partir dos conteúdos desenvolvidos em cada ano escolar.

 

Nesta primeira semana de retorno às aulas, os professores serão capacitados em biossegurança para estarem preparados no retorno presencial escalonado dos alunos a partir da próxima semana.

 

Além disso, os educadores também passam por formação pedagógica e sócio-emocional. As formações serão oferecidas de maneira remota, disponibilizadas via canal do programa “Reflexões Pedagógicas”, da Superintendência de Gestão das Políticas Educacionais (SUPED) da Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

 

Retorno escalonado

O retorno presencial escalonado dos alunos será no dia 26 de julho. Alunos, professores e demais servidores terão que cumprir as regras de biossegurança necessárias para evitar a disseminação da covid-19.

 

Na entrada das unidades será aferida a temperatura de todos, além disso, é obrigatório o uso de máscara de proteção individual.

 

Lavar as mãos e observar os demais cuidados com a higiene pessoal e do ambiente também serão orientações comuns nas dependências das escolas, bem como o uso de álcool 70.

 

Entre as ações desenvolvidas pelas escolas para garantir o retorno seguro dos alunos e trabalhadores da educação está o escalonamento dos estudantes, para que todos possam frequentar as aulas presenciais e ainda assim evitar aglomerações. Com isso, as salas de aula terão ocupação entre 25% e 50% com revezamento semanal, de acordo com a metragem do espaço para garantir o distanciamento necessário.

 

Os pais ou responsáveis pelos alunos devem manifestar por escrito se optarem pelas aulas presenciais. O documento está disponível nas unidades escolares e também no site da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

 

Os horários das entradas, tanto no matutino quanto no vespertino, também podem ser adaptados para evitar aglomerações. Caso a unidade escolar ofereça a educação infantil, o horário de entrada, até o grupo 5 (alunos com 5 anos), deverá ser às 7h e às 13h.

 

O ensino fundamental I (alunos do 1° ao 5° ano) deverá ser às 7h15min e às 13h15min, e o ensino fundamental II (do 6° ao 9° ano) será às 7h30 e às 13h30. O horário de saída pode ser antecipado para 10h aos alunos do matutino e para as 16h aos do vespertino.

 

Os alunos que apresentarem sintomas, tais qual dor de garganta, febre acima de 37,5°C, perda de paladar ou olfato, não deverão ser enviados à escola quando o retorno presencial for colocado em prática. 

 

Fonte: Vox MS

Assessoria de Imprensa do Consórcio Guaicurus